terça-feira, 20 de novembro de 2012

Como Evocar Espíritos

















Qualquer pessoa pode evocar espíritos,
 para tanto basta querer e saber como 
proceder durante o evento,
 que nem sempre é acompanhado só de cheiro 
de rosas e boas energias
. Os espíritos estão em todos os lugares 
e suas vontades de
 se comunicarem com as pessoas encarnadas
 também é enorme.
Ocorre, porém, e isso deve ser observado, e bem, 
que nem todos os espíritos estão
 autorizados para 
esses contatos por várias razões. 
A principal delas
 é a falta de preparo e as condições emocionais,
 por isso o 
cuidado tem que ser extremo. Deve ser observado,
 ainda, que boa parte do sucesso da evocação está
 relacionado com a pessoa encarnada,
 pois é sua condição de produção ectoplasmática,
 entre outros atributos,
 somados as questões morais e 
emocionais do evocador,
 que darão o tom da manifestação 
dos espíritos nessa hora.

Nem sempre, ou quase nunca,
 as manifestações oriundas de uma evocação
 são tangíveis, o que não quer dizer que a reunião 
ou a evocação esteja errada, 
pois os espíritos podem estar
 presentes sem que sejam visualizados uma 
vez que suas frequências corporais são
 distintas das nossas e,
 portanto, distantes das condições de
 visibilidade de nossos olhos terrenos. 
Veja os textos
 'Por que não vemos os espíritos?',
 'Manifestação
 materializada de um espírito',
 'A materialização de espíritos' 
e 'Onde nossas almas vão 
enquanto dormimos', aqui neste blog.
Dito isto, considere
 o ambiente de seriedade e o propósito da 
evocação. Considere que o tipo da intenção é que 
classifica o tipo de espírito que vai 
acudir a reunião e que espíritos de grande 
sabedoria não servirão de 'mulas'
 para intenções banais ou grosseiras 
dos pedintes ávidos por vontades fúteis.
















As evocações não seguem um padrão,
 embora certos espíritos, em acordo com
 seu grau evolutivo ou costume,
 possam ter suas atenções
 chamadas pela prática de alguns rituais 
já convencionados por religiões e grupos.
 No entanto isso não é regra e normalmente
 as evocações podem se
 dar de jeitos mais simples, 
pois para os espíritos o que interessa
 é saber o ânimo e a disposição que a
 pessoa tem de se comunicar.
 A evocação é o ato que faz
 o espírito entender que alguém 
está disposto a falar-lhe e vice-versa.

A forma de obter um testemunho da
 presença do espírito é também variada. 
Cada lugar, cada reunião, cada espírito,
 em acordo com a circunstância
, tem uma forma de conseguir
 produzir efeitos de audiência e
 visibilidade apropriada. Muitas vezes
 podem ser ruídos, outras vezes odores,
 noutras movimentos de objetos, e por aí
 se vai. Quase sempre os integrantes da
 reunião convencionam uma forma de observar
 a presença do espírito distinguindo,
 inclusive, os vários que podem estar
 no ambiente. Uns por ruídos, 
outros por odores,
 etc. Também é convencionada a
 forma de atrair os espíritos e suas atenções.
 A mais usada é expressa em forma de oração, 
onde o evocador pede a presença desse ou
 daquele espírito citando nomes, 
apelidos ou alcunhas que caracterizam a entidade.
 Outra forma se dá através de gráficos 
desenhados no chão ou em papéis
 em cima de uma mesa
, cujo significado o espírito 
e o evocador conhecem bem.
Vários destes símbolos constam em
 livros de cabala e outras manifestações 
literárias. Certos símbolos gráficos 
de evocação de espíritos são milenares
 e suas facetas são tão conhecidas
 por eles que, ao que parece,
 chega ser mais fácil provocar suas
 presenças com a disposição
 simples deles nas mesas.















Várias problemáticas podem ocorrer em
 virtude das evocações, pois não há
 segurança maior que o conhecimento da 
pessoa que evoca os espíritos para saber
 sair de situações 
embaraçosas decorrentes da evocação.
 Portanto cuidado! Conforme o tipo de
 espírito evocado e o tipo de energia do
 ambiente e das pessoas que evocam, 
até mesmo a espiritualidade superior 
terá dificuldade em reorganizar o local
 da manifestação. Sem contar que você
 poderá estar incorrendo em disposições
 cármicas, cujo conhecimento você
 pode não ter...




Cuide muito, pois coisas boas
 podem se tornar ridículas se mal usadas.


domingo, 26 de agosto de 2012

Alguns vampiros reais



VLAD III (1431-1476)
Nascido na região da Transilvânia, o príncipe Vlad III foi um guerreiro implacável. Na defesa do seu reino ele matou mais de 40 mil inimigos – boa parte foi empalada viva! Ele introduzia uma estaca no ânus da pessoa ainda viva, transpassando até o tórax. Por isso, ele recebeu o sobrenome de Drácula (filho do dragão). Foi ele que inspirou Bram Stoker a criar o personagem Conde Drácula. 





ELIZABETH BATHORY (1560-1614)
Nascida na Eslováquia, a condessa Bathory era louca por sangue. Após a morte do marido, ela ficou maluca e passou a se banhar com sangue de jovens virgens para preservar sua juventude. Muitas vezes as vítimas eram espancadas e jogadas nuas na neve para congelar até a morte. Estima-se que ela sacrificou mais de 600 pessoas até ser condenada à prisão perpétua em 1610. Essa história até inspirou um filme: “A Condessa Drácula” em 1971. 







PETER PLOGOJOWITZ ( 1666-1728)
Esse caso foi um dos primeiros casos de vampirismo documentados. Aconteceu num pequeno vilarejo na Sérvia. Segundo relatos, após sua morte, Peter apareceu para o filho pedindo comida. Espantado, o seu filho negou o pedido e alguns dias depois o menino apareceu morto. Depois desse facto, no mesmo vilarejo, várias pessoas morreram com sinais de perda de sangue. Quando o corpo de Peter foi exumado, os olhos estavam abertos e tinha sangue fresco na boca. Até um jornal local relatou esse caso. Bastou isso para se crer que ele era um vampiro. Uma estaca foi cravada no seu peito e seu corpo foi queimado. Depois disso, não houve mais mortes por essa causa na região. 


HENRI BLOT (1886-?)
No dia 25 de março de 1886, o francês Henri Blot foi ao cemitério da sua cidade e violou o corpo de uma bailarina, morta no dia anterior. Três meses depois, fez sexo com um cadáver de outra jovem morta e bebeu seu sangue. Só que o maluco acabou dormindo ao lado da sepultura da menina e foi preso na manhã seguinte. Durante o julgamento, ele afirmou que precisava de sangue para viver. Foi condenado a apenas 2 anos de prisão por violação de sepultura e depois de cumprir a pena ele sumiu.




JOHN GEORGE HAIG (o Vampiro de Londres)
A biografia desse inglês é tão assustadora que ele ganhou até estátua no Museu de Cera. O problema começou na infância, quando ele mutilava os próprios dedos para beber o sangue. Aos 40 anos, foi condenado à forca por ter assassinado cruelmente nove pessoas. Ele cortava o pescoço das vítimas, bebia o sangue todo e derretia seus corpos numa tina de ácido. Na hora de sua execução, em 1949, ele gritou: “Deus, salve meu filho da maldição do Drácula!”.




PETER KÜRTEN (O Vampiro Alemão)
Este serial killer sentia um enorme prazer quando via o sangue jorrando do corpo das vítimas, geralmente crianças. Ele estuprava e esfaqueava até atingir o orgasmo. Portador de uma patologia denominada hematomania, também costumava beber o sangue das suas vítimas. Depois de vários assassinatos, foi preso e condenado à morte por decapitação, aos 48 anos.A sua história serviu de inspiração para o director Fritz fazer o filme “M”.


As Pedras guia da Geórgia


As Pedras guia da Geórgia

Fonte: Rainha Maria 
Créditos: Roberto

As Pedras guia da Geórgia (Georgia Guidestones) formam um monumento em granito localizado no Condado de Elbert, Geórgia, Estados Unidos e nele estão gravados dez frases em oito línguas modernas: inglês, espanhol, suaíli, hindi, hebreu, árabe, chinês e russo, e uma pequena mensagem, no topo, escrita em quatro antigas línguas: babilônio, sânscrito, grego e em hieróglifos egípcios. 

Em junho de 1979 um desconhecido sob o pseudônimo de R.C. Christian contratou a empresa Elberton Granite Finishing para que construíssem a estrutura. O monumento mede 19 pés e 3 polegadas e utiliza 951 pés cúbicos de granito. Todas as pedras juntas pesam mais de 119 toneladas


Mensagem contida nas Pedras guia (em inglês) 

1) Maintain humanity under 500,000,000 in perpetual balance with nature
2) Guide reproduction wisely - improving fitness and diversity.
3) Unite humanity with a living new language.
4) Rule passion - faith - tradition - and all things with tempered reason.
5) Protect people and nations with fair laws and just courts.
6) Let all nations rule internally resolving external disputes in a one world court
7) Avoid petty laws and useless officials.
8) Balance personal rights with social duties.
9) Prize truth - beauty - love - seeking harmony with the infinite.
10) Be not a cancer on the earth - Leave room for nature - Leave room for nature.

Mensagem contida nas Pedras guia (em Português)
 1. Manter a humanidade abaixo de 500.000.000 em perpétuo equilíbrio com a natureza. (eles pretendem reduzir a população mundial afim de deixarem vivos apenas os escolhidos por eles).
Limitar a população da terra em 500 milhões requer o extermínio de cerca de 90% da população mundial, haja vista que, a população atual é de 7 bilhões de habitantes em 31/11/2011.
--
2. Controlar a reprodução sabiamente - aperfeiçoando as condições físicas e a diversidade. (note que até para se ter relações é preciso ser controlado por eles).
--
3. Unir a humanidade com um novo idioma vigente. (ou seja, a nova ordem mundial). obs: pesquise na net a NOM=Nova Ordem Mundial.
--
4. Controlar a paixão - fé - tradição - e todas as coisas com razão moderada. (ou seja controlar nossa liberdade).

--
5. Proteger povos e nações com leis e tribunais justos.(ué? nossas leis não são justas?)
--
6. Permitir que todas as nações regulem-se internamente, resolvendo disputas externas em um único tribunal mundial. (querem decretar lei marcial. Obs: procure saber mais sobre lei marcial iluminati).
--
7. Evitar leis insignificantes e governantes desnecessários.(vão acabar com todos os governos deixando apenas um, com apenas um governante).
--

8. Equilibrar direitos pessoais com deveres sociais.

--
9. Valorizar a verdade - beleza - amor – procurando a harmonia com o infinito. (em muitas mensagens dos iluminatis eles mencionam INFINITO como portal, onde lúcifer ou órus comparece para receber suas oferendas).
--
10. Não ser um câncer sobre a terra – Deixar espaço para a natureza. (redução da população mundial).
--
Mais informações:
As placas foram colocadas em forma de estrela e tem uma altura total de 5,88 metros, sendo que as placas laterais medem 5,05 metros de comprimento e 2,01, cada placa pesa cerca de 20 toneladas, um pilar interior com cerca de 10 toneladas, e um megalito de cobertura com cerca de 12 toneladas. As placas foram colocadas em um ponto alto de forma que se encontram posicionadas em "seguir" os movimentos do Sol ao longo do ano. No pilar interior existe uma abertura que permite, nos solstícios e equinócios, com que o visitante posicionado a oeste consiga ver o sol nascer no horizonte com uma precisão impressionante.




O orifício que você vê na pedra foi perfurado na pedra central para que a Estrela do Norte possa ser vista por ele a qualquer momento.

Um orifício feito no pilar interior permite a visualização constante da estrela polar (Constelação da Ursa Menor). No megalito da cobertura existe um furo com cerca de 20 cm que permite que os raios de Sol a cada meio-dia apontem para o exato dia do ano localizado no megalito interior. 

terça-feira, 10 de abril de 2012

Albert Einstein

[creditofoto]
Em foto, o cientista mostra 
a língua e seu bom humor. 

Albert Einstein, o mais célebre cientista do século 20, foi o físico que propôs a teoria da relatividade. Ganhou o Prêmio Nobel de física de 1921. Einstein tornou-se famoso mundialmente, um sinônimo de inteligência. Suas descobertas provocaram uma verdadeira revolução do pensamento humano, com interpretações filosóficas das mais diversas tendências.


sábado, 7 de abril de 2012

Segredo da NASA "exposto acidentalmente"



A Nasa acidentalmente confirmou o que sempre se soube, que de fato existem estruturas na lua.

Nesta foto tirada no Ames Research Center - Nasa, podemos ver claramente duas estruturas possíveis, uma construção claramente quadrada, e outra mais para a direita parece com uma estrutura em forma triangular ou talvez uma ponte. Seja como for, possuem linhas de arquitetura artificial.

Será este um dos segredos, a prova absoluta de que a NASA esconde coisas do mundo?


As pessoas na foto são:
Anthony Colaprete e Karen Gundy-Burlet
Alta resolução Original
Fonte
StephenHannardADGUK

O curioso é que recentemente se deu a conhecer um outro vídeo, agora da Agencia Espacial Chinesa, em que mostra sobre a superfície da lua o que evidentemente deve ser uma estrutura artificial de base lunar, confirmando as informações acima. As imagens são extraordinárias e seriam uma clara evidencia da presença de outras inteligências em nosso satélite natural. Assista a matéria no vídeo abaixo.



Provavelmente estes fatos faz pensar o porque dos US interferirem tanto nos programas espaciais de outros países com as desculpas de disfarçar lançamentos de teste de mísseis balísticos intercontinentais, como está acontecendo agora com o anuncio da Coreia do Norte de lançar um satélite em Abril.

Read more: http://sinaisreais.blogspot.com/2012/03/um-dos-segredos-da-nasa-exposto.html#ixzz1rEDlz3sU


fonte:http://sinaisreais.blogspot.com.br/2012/03/um-dos-segredos-da-nasa-exposto.html

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Ostara - A "Páscoa" da Bruxas





Sabe-se há muito que as religiões cristãs absorveram em seus ritos muitas celebrações pagãs, bem como incorporaram alguns Deuses e a outros denominaram demônios em seus dogmas.
Bem, das celebrações mescladas com histórias bíblicas está Ostara, ou Eostre como alguns  chamam.
Porém, muitas bruxas não levam em consideração o calendário (baseado nas estações do ano e nos ciclos da lua) é diferente para os hemisférios e a comemoração de Ostara - com o nome de páscoa para os cristãos e com ritos ligados a Jesus - se dá no início do ano.
Para os pagãos, Ostara está ligado ao nascimento da primavera e o domingo de páscoa (dia de pintar ovos e outros rituais) é o primeiro domingo após esse nascimento, celebrando assim a fertilidade da Deusa.
dia 23/09, as 06:05 é o dia da Primavera, início de um novo ciclo de vida e renascimento da Deusa grávida da natureza.
Celebremos hoje, Ostara!

"O Sabbat do Equinócio da Primavera, também conhecido como Sabbat do Equinócio Vernal, Festival das árvores, Alban Eilir, Ostara e Rito de Eostre, é o rito de fertilidade que celebra o nascimento da Primavera e o redespertar da vida na Terra. Nesse dia sagrado, os Bruxos acendem fogueiras novas ao nascer do sol, se rejubilam, tocam sinos e decoram ovos cozidos - um antigo costume pagão associado à Deusa da Fertilidade.
Os ovos, que obviamente são símbolos da fertilidade e da reprodução, eram usados nos antigos ritos da fertilidade. Pintados com vários símbolos mágicos, eram lançados ao fogo ou enterrados como oferendas à Deusa. Em certas partes do mundo pintavam-se os ovos do Equinócio da Primavera de amarelo ou dourado (cores solares sagradas), utilizando-os em rituais para honrar o Deus Sol.
Os aspectos da Deusa invocados nesse Sabbat são Eostre (a deusa saxônica da fertilidade) e Ostara (a deusa alemã da fertilidade). Em algumas tradições wiccanas, as deidades da fertilidade adoradas nesse dia são a Deusa das Plantas e o Senhor das Matas.
Como a maioria dos antigos festivais pagãos, o Equinócio da Primavera foi cristianizado pela Igreja na Páscoa, que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. A Páscoa (em inglês "Easter", nome derivado da deidade saxônica da fertilidade, Eostre) só recebeu oficialmente esse nome da Deusa após o fim da Idade Média.
Até hoje, o Domingo de Páscoa é determinado pelo antigo sistema do calendário lunar, que estabelece o dia santo no primeiro domingo após a primeira lua cheia, no ou após o Equinócio da Primavera. (Formalmente isso marca a fase da "gravidez" da Deusa Tríplice, atravessando a estação fértil.) A Páscoa, como quase todas as festividades religiosas cristãs, é enriquecida com inúmeras características, costumes e tradições pagãos, como os ovos de Páscoa e o coelho. Os ovos, como mencionado, eram símbolos antigos de fertilidade oferecidos à deusa dos Pagãos. A lebre era um símbolo de renascimento e ressurreição, sendo animal sagrado para várias deusas lunares, tanto na cultura oriental como na ocidental, incluindo a deusa Ostara, cujo animal era o coelho.
Os alimentos pagãos tradicionais do Sabbat do Equinócio da Primavera são os ovos cozidos, os bolos de mel, as primeiras frutas da estação em ponche de leite. Na Suécia, os "waffles" eram o prato tradicional da época.
Incensos: violeta africana, jasmim, rosa sálvia e morango.
Cores das velas: dourada, verde, amarela.
Pedras preciosas sagradas: ametista, água-marinha, hematita, jaspe vermelho.
Ervas ritualísticas tradicionais: bolota, quelidônia, cinco-folhas, crocus, narciso, corniso, lírio-da-páscoa, madressilva, íris, jasmim, rosa, morango, atanásia e violetas."

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Páscoa



.
Durante a Semana Santa acontece a celebração do maior acontecimento da história dos cristãos – a História da Salvação, quando é revivido o grande drama da Paixão, morte e Ressurreição de Jesus. Essa celebração se inicia no Domingo de Ramos e tem seu ápice no Domingo de Páscoa.


......O Domingo de Ramos abre a Semana Santa, lembrando as Palmas que festejaram a entrada de Jesus em Jerusalém, no povoado de Betfagé, próximo ao Monte das Oliveiras e é recebido e aclamado como Rei, com o Messias. Muitas pessoas gritavam: "Bendito o que vem, como Rei, em nome do Senhor. Paz na terra e glória a Deus nas alturas". (Evangelho de São Mateus – Mt, capítulo 21, versículos 1-11; Evangelho de São Marcos - Mc, capítulo 11, versículos 1-11, Evangelho de São Lucas - Lc, capítulo 19, versículos 28-40 e Evangelho de São João - Jo, capítulo 12, versículos 12-19).


......Na quinta-feira, recordam-se dois importantes acontecimentos. O primeiro, quando o Senhor Jesus dá uma das maiores demonstrações de humildade e da sua vocação de servir ao mundo, se ajoelhando e lavando os pés dos seus discípulos. Depois, o acontecimento cuja repetição se transformou no sacramento da eucaristia, quando naquela noite, durante a última ceia com seus apóstolos, Cristo, sabendo o sofrimento que o esperava, se entrega aos seus discípulos, em corpo e sangue, simbolizados por um pedaço de pão e em um cálice vinho, como uma forma de despedida. É também nessa noite, que Jesus profetiza a traição de Judas e a negação de Pedro sem, no entanto, dizer quem serão os autores desses dois atos. (Mc 14. 22-26, Mt 26. 26-30, Lc 22. 15-20).


......Na Sexta-feira Santa revivemos o sofrimento e a morte de Cristo no Calvário.
......Agora, traído por Judas que O entrega aos soldados romanos por 30 moedas de prata, sob a acusação de subversão e de perturbação da ordem, Jesus é abandonado, por seus discípulos e três vezes negado por Pedro.
......Então se seguem uma série de humilhações e maus tratos até o Seu julgamento por Pilatos e depois por Herodes, que acaba por condena-Lo à morte, atendendo ao clamor do povo que exige que soltem Barrabás, um ladrão, e crucifiquem Jesus.
......Conforme relata a Bíblia, mais ou menos ao meio dia da sexta-feira, o sol pára de brilhar, a escuridão cobre a terra até às três horas da tarde. Então, Jesus grita – “Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito”. Dizendo isso Jesus morreu. (Mc 15. 33-41, Mt 26. 44-75 e 27. 1-66, Lc 22 e 23, Jô 18 e 19)
......O corpo de Jesus foi pedido à Pilatos por José, da cidade de Arimatéia, um senhor influente na região. José de Arimatéia enrolou Jesus em um lençol de linho e O sepultou num túmulo cavado em uma rocha, jamais usado por ninguém. Maria Madalena e Maria mãe de Jesus assistiram a tudo isso.
......Na sexta-feira não há missa em nenhum lugar do mundo. O altar da Igreja fica iluminado sem mantel, sem cruz, sem velas nem adornos.


......O Sábado de Aleluia é um dia de reflexão, pois para os judeus, já naquela época, era um dia de descanso e todos ficaram em casa refletindo sobre o acontecido.
......Popularmente, no Sábado de Aleluia costuma-se fazer a Malhação de Judas. Esse costume foi trazido pelos portugueses e espanhóis para toda a América Latina,e ainda é comum no Brasil. Bonecos de palha ou de pano são pendurados em postes de iluminação pública e galhos de árvores na noite da Sexta-Feira Santa, e depois são rasgados e queimados ao meio dia do Sábado de Aleluia.
......Em Judas são personalizadas as forças do mal que são destruídas e queimadas junto com o boneco. É costume antigo fazer-se o julgamento de Judas, sua condenação e execução. Antes do suplício, alguém lê o "testamento" de Judas, em versos, colocado especialmente no bolso do boneco. O testamento é uma sátira das pessoas e coisas locais.
......Judas era chamado de Iscariotes por ser de Carioth, uma cidade ao Sul de Judá. Na verdade ele já tinha perdido a fé no Mestre, um ano antes de Sua Paixão, mas por comodidade e para desfrutar do que ofereciam aos apóstolos continuava a acompanhá-lo. Obcecado pelo dinheiro, antes de se afastar de Cristo, resolveu entender-se com os sinedritas - membros do Sinédrio, conselho supremo dos judeus. Mesmo tendo ouvido Jesus predizer sua tradição durante a última ceia, Judas não deixou de entregar Jesus aos inimigos e receber 30 dinheiros. Depois, arrependido, quis devolver o dinheiro, mas, foi enxotado pelos sacerdotes, e acabou enforcou-se numa corda.
......Foi no domingo, logo cedo, que Maria Madalena, Joana e Maria, mãe de Tiago, foram visitar o túmulo, levando óleos e perfumes para ungir o corpo de Cristo, quando encontraram a pedra que fechava a entrada retirada. Então, receberam o aviso da Ressurreição de Cristo, que, como estava escrito, passou da morte para a vida. A partir desse momento a Páscoa passou a ter um novo significado e a simbolizar uma nova oportunidade para todos nós. (Lc 24. 1-12. Mc 16. 1-8, Mt 28. 1-10 e Jô. 20 1-10)

......A origem da celebração da Páscoa está na história judaica relatada na Bíblia, no livro chamado “Êxodo”. Êxodo significa saída, e é exatamente a saída dos judeus do Egito que esse livro relata.
Quando Ramsés II, rei do Egito, subiu ao trono, apavorou-se com o crescimento do povo de Israel, achando que esse crescimento colocava em risco o seu poder. Essa preocupação, deu início a uma série de ordens e obras levaram os judeus a um período de grande sofrimento.
......Conta a Bíblia que Deus, vendo o que se passava com seu povo, escolheu Moisés para tirá-los dessa situação, dando a ele os poderes necessários para o cumprimento da missão. Na semana em que o povo de Israel iniciou sua jornada para sair do Egito, Deus ordenou que só comessem só pão sem fermento e no último dia, quando finalmente estariam fora do Egito seria comemorada a primeira Páscoa, sendo esse procedimento celebrado de geração em geração.
......Essa celebração recebeu o nome de Pessach, que em judaico significa passagem, nesse caso da escravidão à liberdade. Daí surgiu a palavra Páscoa.
......Jesus Cristo deu novo significado à Páscoa. Ele trouxe a “boa-nova”, esperança de uma vida melhor, trouxe a receita para que o povo se libertasse dos sofrimentos e das maldades praticadas naquela época.
......A morte de Jesus Cristo representa o fim dos tormentos. A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, iluminada e regrada pelos preceitos de Deus.
......O domingo de Páscoa marca a passagem da morte para a vida, das trevas para a luz.
......Hoje, o domingo de Páscoa representa uma oportunidade de fazermos uma retrospectiva em nossas vidas, e estabelecermos um ponto de recomeço, de sermos melhores, de sairmos do "Egito".


......A Páscoa é comemorada no domingo seguinte à primeira lua cheia da primavera, ou seja, depois de 21 de março. Por isso, a celebração ocorre sempre entre 22 de março e 24 de abril. A partir dessa data, é que fica estabelecido período de 46 dias, conhecido como Quaresma, que vai da Quarta-Feira de Cinzas até o Domingo de Páscoa.
......celebração da Páscoa dura cerca de 50 dias. Tem início no Domingo da Ressurreição e se estende até o fim de Pentecostes, quando se relembra a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos, sob a forma de línguas de fogo.


Ovos
......Os ovos guardam em si a imagem de uma nova vida, por isso foram adotados como símbolo de renovação. Costumavam ser oferecidos em muitas civilizações como presentes. No Antigo Egito e na Pérsia, por exemplo, eram pintados em tons primaveris. Na China, antes mesmo do nascimento de Cristo já se presenteava com ovos de pata pintados em cores vivas. Na Europa católica do século XVIII, ovos coloridos passaram a ser benzidos pelos cristãos e oferecidos aos fiéis.
......Na Polônia e na Ucrânia, essa tradição foi levada muito a sério. Edward I registra em 1290 adespesa de compra de milhares de ovos para serem distribuídos às pessoas de sua corte. No século XVII, o Papa Paulo V abençoou um simples ovo a ser usado na Inglaterra, Escócia e Irlanda. Na Alemanha, é antigo o costume de dar ovos de Páscoa às crianças, junto com outros presentes.
......Em partes da Europa, as tribos tinham uma forma abreviada de chamar Eostre, a deusa da Primavera, e que começou a ser usada para descrever a direção do nascente - Leste. Daí a palavra Easter. ......As primeiras cestas de Páscoa se assemelhavam aos ninhos de pássaros. Antes, as pessoas colocavam os ovos nos ninhos em honra da deusa Eostre.
......Com o passar do tempo, passaram a ser confeitados e é aí que entra o chocolate.
......O chocolate, que por muito tempo foi servido como bebida, viu sua indústria se desenvolver bastante na Inglaterra do século XIX. ......Foi nessa época que apareceu o ovo de chocolate. A partir daí, rapidamente se espalhou pelos mercados europeus e depois pelo mundo.


......O coelho de Páscoa é uma atualização do antigo símbolo pascoalino, a lebre (parente do coelho), considerada sagrada para a deusa Eostre. No século XVIII, colonizadores alemães levaram para os Estados Unidos a idéia dos coelhos de Páscoa.
......Uma duquesa alemã, ao dizer que os brilhantes ovos de Páscoa tinham sido deixados pelos coelhos para as crianças, deu origem ao costume de fazer com que as crianças os encontrasse no dia de Páscoa.


......A Pomba ou "Colomba" pascal, pão doce e enfeitado com a forma de ave, também é um símbolo cristão. A forma de pomba era usada nos antigos sacrários, onde se guardava a Eucaristia. Atualmente, passou também a ser usada no pão doce que costuma ser compartilhado, na Europa, especialmente na Itália, no café da manhã de Páscoa e da "Pasquetta" ou Pascoela, como é chamada no Brasil a segunda-feira após a Páscoa.


......No Canadá as crianças acreditam que o coelho da Páscoa lhes trará ovos coloridos, normalmente confeitados. Todos compram roupas novas, preparam refeições especiais e participam de celebrações religiosas.
......Na Alemanha e da Áustria os ovos verdes eram usados na Quinta-feira Santa. Os eslavos usavam decorações douradas e prateadas em seus ovos. Os armênios costumam decorar os ovos vazios com imagens de Cristo, da Virgem Maria e outras imagens religiosas.


......Na Suécia, os rituais são parecidos com os nossos, inclusive o Domingo de Ramos, marcando a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, recebido com ramos de palmeiras. Porém, há também uma superstição sobre as bruxas. Dizem que elas ficam mais poderosas nessa semana e voam em suas vassouras para se juntar ao demônio num lugar chamado “Blakulla”, voltando no Sábado de Aleluia. Por isso, na manhã de Páscoa, as pessoas evitam acender suas lareiras, porque as bruxas de Páscoa podem ter deixado algum feitiço sobre as chaminés. Quando o fazem, para se assegurarem de que os feitiços serão desfeitos, queimam nove tipos diferentes de árvores antigas.
......Também são comuns cruzes e outros símbolos sacros nas portas, tiros para o céu e outras práticas anti-bruxas.